Textos

Fins dos tempos…

Vivemos em uma época onde o ser humano pode se casar com quem quiser e que cada uma viva o quanto quiser e com quem quiser, sendo padre, bispo ou não.
Querem que os héteros, os bi, os tri e os “qualquer coisa sexuais” tenham o mesmo direito de se relacionar ou até casar conforme sua própria vontade e direito perante a igualdade que a constituição lhe permite.
Que as mulheres assim como os homens possam tomar a decisão que lhes bem cabe sobre seu próprio corpo, que também essas mulheres tenham o mesmo direito garantido pela mesma constituição acima que os homens. Querem que os homens abram mão de um pensamento machista e que adotem um estilo de vida mais sociável e que possam assumir sem retaliações seus sentimentos de fragilidade. Assumem que a sexualidade é um atributo e não uma doença e que este pode se apresentar mais claramente até a uma criança de 5 ou 6 anos… e a única parte em que eu concordo do texto que um menor de 18 não possa responder pelo seus crimes (Ao menos não da forma que o ECA prevê);
Não há vagas para os doentes nos hospitais nem para um nem para outro e isso é um fato, não ha vagas nem para problemas bariátricos nem para retiradas de tumores, simplesmente não há vagas.
Há acompanhamento psicológico para homossexuais que sofrem pela pressão de nossa sociedade machista que quer cuidar do cu dos outros invés de cuidar do seu próprio cu, na verdade há um apoio precário para sanar um mal criado pela própria sociedade; Não existe apoio do SUS para quem quer deixar de sair da homossexualidade e se enquadrar no “padrão” hetero de sociedade porque até mesmo o conselho nacional de psicologia assim como a organização mundial de saúde classificou como não sendo um problema nem mental nem de saúde a situação sexual do individuo;
É crime se a favor da família (hetero-sexual) e achar que qualquer outra constituição de família é uma abominação, é crime mijar sobre crucifixos e imagens de santos mas nessa mesma cabeça não é crime falar que qualquer religião que não a sua é do mal, quebrar oferendas (Objetos de culto) de religiões de matriz africana ou de qualquer outra que não seja a cristã. Aliás a demonização de qualquer outra religião que não a cristã é denominado liberdade de culto.

Realmente estamos nos fins dos tempos…
E são meus votos que essa “era cristã” realmente acabe, que cada um possa ser autêntico, e fazer com seu corpo, seus relacionamentos, sua fé e até mesmo com seu próprio cu o que bem entender.

Deixe uma resposta